A própria catedral de Florença foi iniciada no estilo gótico por Arnolfo di Cambio em 1296. Mas
em 1366 a cidade de Florença, seguindo o conselho de alguns pintores e escultores, decidiu
que o gótico não deveria mais ser usado e que todas as novas obras deve seguir as formas
romanas, incluindo uma cúpula octogonal de 42 metros (138 pés) de vão a ser construída na
extremidade leste da nave.
A cúpula não foi construída até o início do século 15, quandoFilippo Brunelleschi , ourives e
escultor, começou a fazer estátuas para a catedral. Gradualmente, ele se interessou pelo
próprio edifício e construiu algumas partes menores.
Por volta de 1415, ele preparou um projeto para a cúpula que ousadamente se propôs a
construir sem a ajuda de formas, que haviam sido absolutamente necessárias em todas as
construções romanas e góticas anteriores.
Ele construiu um modelo 1:12 da cúpula em tijolopara demonstrar seu método; o projeto foi
aceito e construído sob sua supervisão de 1420 a 1436. Brunelleschi foi, portanto, o primeiro
arquiteto real a conceber a forma do edifício e os métodos para executá-lo e garantir seu
desempenho; ele recusou explicitamente a adesão tanto às associações de pedreiros quanto
de carpinteiros.
A cúpula de Brunelleschi consiste em duas camadas, uma cúpula interna medindo o diâmetro
e uma concha externa paralela para protegê-la das intempériese dar-lhe uma forma externa
mais agradável. Ambas as cúpulas são sustentadas por 24 semi-arcos de pedra, ou nervuras, de
forma circular, com 2,1 metros (7 pés) de espessura na base e afinando para 1,5 metros (5
pés), que se encontram em um anel de compressão de pedra aberto no topo. Para resistir ao
impulso externo, amarre anéis de pedra mantidos juntos com grampos de metal colocados
horizontalmente entre as costelas. http://accoelho.com.br/